Lógica fuzzy e os cinquenta tons de cinza

Analisando o espaço Umas das coisas mais geniais que o geoprocessamento oferece é o poder de cruzar muitas informações geográficas. Esse “cruzamento” só é possível porque as informações compartilham algo em comum: o espaço. Experimente empilhar camadas vetoriais de ruas,…

Criando classes de relevo com a declividade e TPI

O dilema de converter informações quantitativas para classes qualitativas é recorrente quando se trata de variáveis espaciais. Pense em classes de vegetação, classes de solo, etc. Em geral derivam de informações quantitativas que seriam impossíveis cognitivamente de usar no seu…

Declividade e o Índice de Posição Topográfica

Os Modelos Digitais de Elevação, MDEs, escondem muitas informações. Recentemente, usamos os MDEs para extrair informações preciosas que definem os caminhos de drenagem da água. Aqui vamos dar um passo para trás e olhar com calma para informações mais singelas…

Ponderação pelo inverso da distância (e mais)

A Primeira Lei, de novo No post anterior eu apresentei a chamada “Primeira Lei da Geografia”, de Waldo Tobler, que afirma o seguinte: “Todas as coisas estão relacionadas entre si, mas coisas próximas são mais relacionadas que coisas distantes.” Também…

Triangulação (e a Primeira Lei da Geografia)

A Primeira Lei Suponha que queiramos compreender algum fenômeno espacial específico em uma região, como o relevo, ou os solos, ou as rochas, ou a água subterrânea, ou o clima. Como não podemos, por falta de recursos (tempo e dinheiro),…